Pensamentos

Este é um espaço livre a qual escrevo sobre diversos temas que me vem em mente. Se você achar interessante parar um pouco e ler sobre estes diversos assuntos eu agradeço, talvez algo aqui escrito possa lhe ajudar.

Boa Leitura....

Yuri Diógenes


13/10/2006

Países, guerras, confusões e conclusões...

 

Por onde comerçar...se tornou cada vez mas raro ter tempo para escrever na minha própria página que fica até difícil dizer que continuem vindo aqui para ler :). O fato é que estou escrevendo artigos técnicos no site do nosso time aqui na Microsoft (site http://blogs.technet.com/latam ), escrevendo um pouco sobre o dia a dia no fotolog ( http://www.fotolog.com/yuridio ), atualizando e escrevendo um pouco no MSN Space ( http://yuridiogenes.spaces.live.com )...ufa..

Bem, mas hoje tenho várias coisas para escrever, política e música são as coisas que vou procurar casar aqui. Començando pela política aqui dos EUA, onde temos um tirano que agora está passando por cima até da constituição americana e praticamente dizendo: ou você está comigo ou está contra mim. O que acontece agora é que se ele achar que alguém é suspeito de algo ele pode capturar essa pessoa e manter ela presa até confessar algo que ele queira ouvir, incrível....ele está batendo todos os recordes.

Essa onda de invasão em escolas aqui nos EUA também é algo que assusta um pouco, pois aqui apesar da violência ser combatida severamente, trata-se de um país de guerra, onde tem loucos que voltam da guerra e ficam com paranóias na cabeça e um dia explodem sem necessidade. Agora mesmo aqui no Texas os jovens de High School (segundo grau) estão sendo ensinados pelos professores a reagirem caso algum louco apareça armado na sala de aula, isso vai de encontro a tudo que já vi até hoje, que é não reagir a um homem de mão armada. Mas aqui no Texas arma de fogo é legal, compra-se nos supermercados e todos tem uma no carro (menos eu que não sou cidadão - quem sabe terei quando um dia eu for). Então aqui no Texas não se alisa, se atira. A reportagem sobre isso tá no site da NBC.

São tantas coisas erradas, mas ainda bem existe a música, a música para nos fazer refletir e nos surpreender. Após quase 20 anos ouvindo Iron Maiden mês passado fui agraciado com uma nova obra de arte deles, o novo disco "Matter of Life and Death" (Questão de vida e morte). Engana-se quem pensa que Heavy Metal é só falar sobre o Diabo, existem bandas que falam sobre ele sempre, mas não são todas. Este disco do Iron está mais atual que nunca, falando sobre a podridão do mundo, sobre essas guerras intermináveis (por falar nisso o presidente daqui já disse que vai ter tropas no Iraque até 2010...my god!!), então....um exemplo clássico do poder das letras deste disco é na música For the Greater Good of God (Pelo Grande Bom Deus). Não tem jeito, tenho que colocar essa música aqui, a letra é muito forte:

 

Are you a man of peace
Or a man of holy war
Too many sides to you
Don’t know which anymore
So many full of life
But also filled with pain
Don’t know just how many
Will live to breathe again

A life that’s made to breathe
Destruction or defense
A mind that’s vain corruption
Bad or good intent
A wolf in sheep’s clothing
Or saintly or sinner
Or some that would believe
A holy war winner

They fire off many shots
And many parting blows
Their actions beyond a reasoning
Only God would know
And as he lies in heaven
Or it could be in hell
I feel he’s somewhere here
Or looking from below
But I don’t know, I don’t know

Please tell me now what life is
Please tell me now what love is
Well tell me now what war is
Again tell me what life is

More pain and misery in the history of mankind
Sometimes it seems more like
The blind leading the blind
It brings upon us more famine, death and war
You know religion has a lot to answer for

Please tell me now what life is
Please tell me now what love is
Well tell me now what war is
Again tell me what life is

And as they search to find the bodies in the sand
They find its ashes that are
Scattered across the land
And as the spirits seem to whistle on the wind
A shot is fired somewhere another war begins

And all because of it you’d think
That we would learn
But still the body count the city fires burn
Somewhere there's someone dying
In a foreign land
Meanwhile the world is crying stupidity of man
Tell me why, tell me why

Please tell me now what life is
Please tell me now what love is
Well tell me now what war is
Again tell me what life is


For the greater good of God

Please tell me now what life is
Please tell me now what love is
Well tell me now what war is
Again tell me what life is

For the greater good of God (x8)

He gave his life for us
He fell upon the cross
To die for all of those
who never mourn his loss
It wasn’t meant for us
to feel the pain again
Tell me why, tell me why

 

Você é um homem de paz ou um homem da guerra santa?
Muitos lados para você.
Não sabe mais qual é.
Tão cheio de vida mas também tão cheio de dor.
Simplemente não sabe mais quantos iram viver para respirar de novo.

Uma vida que foi feita para respirar.
Destruição ou defesa.
A mente fútil de corrupção.
Intenções boas ou más.
Um lobo na pele de cordeiro
Ou um santo ou um criminoso
Ou alguém que acredita que a guerra santa vai vencer.
 

Os fogos de muitos tiros e muitas partes explodindo
As ações deles acima das razões.
Só Deus poderá saber e ele mentirá no céu ou no inferno.
Eu sinto que ele está em algum lugar aqui ou olhando para
baixo, mas eu não sei, eu não sei.

Por favor me diga agora o que é a vida
Por favor me diga agora onde está o amor
Bem, me diga agora onde está a guerra
De novo me diga o que é a vida

Mais dor e miséria na história do homem
Algumas vezes mais parece que é um cego liderando um cego
Isso traz para nós mais famintos, morte e guerra
Você  sabe que a religião tem muito para responder

Por favor me diga agora o que é a vida
Por favor me diga agora onde está o amor
Bem, me diga agora onde está a guerra
De novo me diga o que é a vida

E enquanto eles procuram encontrar os corpos na areia
eles encontram as cinzas que estão espalhadas pela terra
e enquanto os espiritos assobiam no vento
um disparo é feito em algum outro lugar e outra guerra começa

E tudo porque você pensou que nós poderíamos aprender
mas continua a contagem dos corpos e a cidade pegando fogo.
Em algum outro local existe alguém morrendo em uma terra estrangeira.
Neste meio tempo o mundo está chorando a estupidez de um homem.
Me diga porque, me diga porque?

Por favor me diga agora o que é a vida
Por favor me diga agora onde está o amor
Bem, me diga agora onde está a guerra
De novo me diga o que é a vida

Pelo grande e bom Deus

Por favor me diga agora o que é a vida
Por favor me diga agora onde está o amor
Bem, me diga agora onde está a guerra
De novo me diga o que é a vida

Pelo grande e bom Deus

Ele deu sua vida por nós
Ele caiu sobre a cruz
Para morrer por todos
os que nunca lamentaram sua perca
Isso não foi destinado para nós
sentir a dor de novo
Me diga porque, me diga porque

 

t

Que letra, que letra....é por isso que este estilo de música me explica muito mais que qualquer outra e é por isso que o Iron Maiden é eterno para mim....

10/06/2006

A Copa no país do basquete

 

Ontem começou a copa e para mim é mais um fato novo aqui nos Estados Unidos, tendo em vista que é a primeira vez que passo a copa em um país que não é o Brasil. Enquanto que no Brasil todas as ruas estão enfeitadas e todo aquele clima de copa nas casas e nos assuntos do trabalho, aqui só se fala nas finais da NBA, ainda mais aqui em Dallas onde o time da casa tá se dando bem. Mas por sorte minha a Microsoft ontem já mostrou que vai mostrar todos os jogos para agente, todas as TV's da empresa estava transmitindo os jogos de ontem em um canal espanhol. Isso também foi bem engraçado, ouvir lá o narrador chamando bola de pelota.

Minha sorte é que tem uma TV bem em frente a minha mesa aí vai dar para assistir bem os jogos, já que com certeza o telefone não deve tocar muito no dia de jogo do Brasil. Mas, a sorte maior não foi nem essa, foi que a Globo pela primeira vez vai transmitir via Globo Internacional todos os jogos da Copa. Digo que é a sorte maior pois não tem comparação assistir os jogos do Brasil ouvindo a narração no nosso próprio idioma.

Bem, agora (7:52 da manhã) já vai começa a transmissão de Inglaterra e Paraguai.....depois conto mais historinhas da copa....

26/01/2006

Resumo do segundo ano de US

 

É isso aí, já passaram-se dois anos e como o tempo voa, este segundo ano foi mais de estabilização. Acho que posso dizer que esse foi o ano para conhecer mais o dia a dia nos Estados Unidos, ter um emprego Full Time, ir no médico, fazer compras, pagar contas, tudo que se faz numa vida normal e estabilizada. O primeiro ano terminou com mudanças, mudança de cidade, mudança de emprego e tudo graças a Deus foi para melhor. Nos primeiros três meses em Round Rock (cidade vizinha a Austin) moramos em um condomínio de apartamentos assim como outros que também mudaram com agente. Depois fomos morar todos com o Daniel e a Ale, um casal que é mais que amigo, é uma verdadeira benção em nossas vidas. Logo em Fevereiro realizamos o sonho pessoal da casa própria - isso me deixou muito surpreso, pois no Brasil nunca consegui fazer isso, era tanta burocracia que desisti várias vezes.

A Yanne progrediu bastante, terminou o Pré-Escolar, festinha de formatura e tudo mais. Porém o pré-escolar era pago e uma verdadeira facada no bucho, em Agosto ela começou as aulas no colégio público (que diga-se de passagem é 100 vezes melhor que o particular que ela estudava).

Junto com a casa vieram as contas, e que contas. A água que pagavamos 8 doláres no apto, foi para 80 doláres, e assim vai. Reamente é pesado ter casa por aqui.

Hora de matar a saudade, em Setembro embarcamos para o Brasil para rever a família e os amigos. Muita alegria e muito choro, muitas surpresas e algumas tristezas. Hora de pegar o rumo, mais uma vez, despedida e choro.

Final do ano chegando, meu aniversário e o da Yanne - comemoramos no mesmo dia, foi ótimo. Mas já dizia o mestre Raul Seixas: “..eu tenho uma porção de coisas grandes pra conquistar e eu não posso ficar aí parado.” E não fiquei, mesmo estando tudo muito na vida pessoal e profissional eis que surgiu uma a chance de voltar para a Microsoft e eu agarrei com unhas, dentes, braços e pernas. Foi assim que dia 25 de Janeiro ficou sendo a foto de despedida do time - ainda como funcionário da Dell. Dia 30 lá estarei eu de volta ao local que trabalhei por 7 meses e que com muita alegria estou voltando.

O resumo deste segundo ano fica com a frase de Walt Disney:

"All our dreams can come true - if we have the courage to pursue them."

Versão em Português: "Todos nosso sonhos podem se tornar realidade - se nós tivermos a coragem de persegui-los".

06/06/2005

PT - Partido dos Trambiqueiros
  Apesar de não ser um cara voltado à política fica difícil não se idginar quando a última esperança de algo correto acontecer para o Brasil vai por água abaixo. Lembro que quando o Lula ganhou eu não só chorei de alegria na 13 de Maio em frente ao comitê como também defendi que ele iria mostrar serviço e tudo mais. Porém o governo do PT está se mostrando como uma verdadeira palhaçada.

Hoje estava navegando pelo site da Folha quando vi a notícia do "mensalão", rapaz, isso é brincadeira né? É incrível a quantidade de podres que tá surgindo. Primeiro o governo tenta abafar a CPI dos correios, mas tenta abafar de um jeito que fica até incompreensível para os mais desligados em política. O que é isso, medo? Porque cresci com o ditado que diz: "quem não deve não teme...", então para que evitar a CPI? Se não tinha problemas nenhum com ela, agora tem, pois todo o povo pensa que o PT tá com rabo preso neste escândalo também.

Agora, estava agora pouco assistindo o "Bom dia Brasil" pela Globo Internacional quando vejo o Genuíno negando tudo, mas a cara dele não convencia muito não. Quer dizer que o presidente do PTB vai à público dizer que precisa da CPI porque errou e ainda por cima desmascara o esquema de mesadas de 30 mil reais para os parlamentares e aí vem o Genuíno com a cara lisa e diz que nada existe. Olha, onde há fumaça há fogo....

Bem, além de toda essa marmota que tá acontecendo, tudo continua piorando: este aumento de 0,1% proposto para o funcionalismo público parece mais uma piada. Lembro quando o Lula criticava o governo  FHC pelos aumentos, mas agora ele tá fazendo é pior. Enquanto o aumento de 0,1% vai sendo ridiculamente proposto, temos uma massa em greve pelos seus direitos prejudicando a população. Por sinal este governo teve mais greves que na época do FHC.  Mas o engraçado é que a luz sobe 30% e o preço das passagens de ônibus sobe 8%, aí eu me pergunto: o governo quer realmente acabar com a pobreza né? Só se for terminando de matar o povo e tornando a classe média pobre, pois não tem quem aguente isso não.

Por isso que na próxima eleição vou votar nulo, não vendo meu voto e nem acredito mais em político nenhum. Pois na época da campanha são a salvação da pátria mas depois que ganham viram verdadeiros vampiros, sugando até a última gota do país e do povo. Ah, também nem adianta trazer santinho com nome de deputado, vereador, etc pedindo voto. Porque isso é outra mania do povo, sempre vem com o papo: ei, vota aqui neste fulano, pois ele é amigo do marido da minha prima e se ele ganhar vai fazer isso ou aquilo. Tô fora...

28/05/2005

Compartilhando a experiência de morar fora do BR...
  Hoje recebi um email de um ex aluno me perguntando algumas coisas sobre como era morar aqui, principalmente por um depoimento de uma pessoa próxima dele pois as vezes ouvimos tantas coisas que fica até difícil filtrar o que é verdade e o que é mentira. Bem, enumerei uns pontos principais em uma comparação com o Brasil.

Analisar um país é difícil, principalmente porque de onde eu vim e onde eu estou cada estado e cada cidade é realmente algo singular. Comparar Fortaleza com São Paulo é justo? Depende, do ponto de vista profissional acho São Paulo mil vezes melhor que Fortaleza. Do ponto de vista de qualidade de vida Fortaleza é bem melhor. Tudo na vida é essa balança, sem contar que cada pessoa tem uma experiência de vida diferente em cada canto que mora. Conheço gente que saiu de Fortaleza e foi para São Paulo e diz que nunca mais volta, pois apesar do trânsito e da violência a cidade oferece muitas chances profissionais. Assim como conheço paulistas que foram para Fortaleza e nunca mais voltam para SP. Tudo é assim, o ponto de vista de cada um é algo muito pessoal, no final das contas o que podemos fazer é ouvir as pessoas e tentar nos posicionar na situação que ela vivia e avaliar se vale a pena mudar ou não.

Aqui nos Estados Unidos é a mesma coisa, morar no Texas ou na Califórnia? Depende, o Texas é uma vida calma, custo de vida baixo, qualidade de vida boa mais sem grandes atrativos como a Califórnia. Na Califórnia por sua vez as oportunidades de trabalho são imensas mas o custo de vida é altíssimo. No site abaixo é possível fazer as comparações de custo de vida em cada um dos locais:

http://houseandhome.msn.com/pickaplace/comparecities.aspx

Um exemplo que este site mostra é a média de salário por ano, no caso de Austin/Texas é de $50,179 já em San Francisco/Califórnia é de $74,773. Eu particularmente pagava em Dallas 750 dólares em um apartamento de 3 quartos e um colega meu que mora na Califórnia pagava 1.000 dólares em um apartamento de 1 quarto. Bem diferente né?? :)

O clima é outro fator que faz com que as pessas corram de um estado para outro, aqui no Texas é muito mais quente que Fortaleza no verão, pode chegar facinho a 40º Celsius mas no inverno também pode chegar a -10º Celsius brincando, sem contar a primavera que tem chuva, tornados, etc. Já na Califórnia a coisa pode ficar menos quente porém bem mais fria e com mais acidentes naturais. Mais uma vez, tudo é perspectiva de cada um...

Mas vamos a algumas coisas que ouvia quando estava no Brasil sobre os EUA e vi que eram pura lenda, assim como coisas que não esperava e realmente acontece e também umas comparações com o nosso Brazuca:

Confiança
Se no Brasil todo mundo parte do pressuposto que o outro não é honesto aqui todos partem do pressuposto que você fala a verdade. Uma vez vi algo que fiquei surpreso mesmo estava fazendo uma compra no supermercado e o produto estava sem preço aí o caixa me perguntou: "Quanto custa?",  aí eu disse o preço e ele nem foi confirmar simplemente confiou. Quem está aí no Brasil sabe que isso não acontece, até mesmo porque se o cara for perguntar isso a pessoa que está comprando vai dizer que é mais barato que o preço original.

Violência
Isto é algo que tem em todo canto do mundo, mas claro em alguns locais a violência é mais banal, não se pode nem andar de carro com os vidros abertos. Até minha Fortaleza que era calma agora tá ficando cada vez mais violenta, sei disso por depoimentos de pessoas que estão aí e me falam. Aqui tem umas violências isoladas, existem bairros perigosos, mas quanto a andar de vidro aberto isso realmente não tem, até mesmo porque é raro, muito raro se ver alguém no sinal pedindo esmola ou aqueles flanelinhas que se você não dar algo eles quebram algo do carro, isso realmente não existe.

Aqui também tem suas loucuras como a que aconteceu em Ohio quando mataram o guitarrista do Pantera em cima do palco. Mas vou passar um fato interessante que aconteceu comigo quando diz respeito a segurança. Uma vez quando morava em Dallas está lá eu em uma sábado a noite dormindo quando por volta de 1:30 da noite ouvi alguém batendo na porta, achei estranho pois não conhecia nimguém no condomínio mas fui lá. Olhei no olho mágico e tinha um cara lá, perguntei é claro: “Quem é?” – o cara foi e disse: “O senhor esqueceu sua chave aqui fora”. Abri a porta e o cara me entregou a chave. Bem, aí você  pensa: há mais dentro de um condomínio de apartamentos é tudo seguro, porém o condomínio de apartamentos aqui é aberto, não tem vigia, guarita nada. Na realidade é como se fossem casas sem protenção nenhuma, só que é apartamento.

Preconceito
Isso é outra coisa que tem em todas partes do mundo, mais em alguns cantos que em outros. Mas falando do preconceito em geral acho que aqui tem menos preconceitos para algumas coisas que favorem ao todo, como por exemplo: no Brasil o cara com 40 anos é velho, já fica complicado arranjar emprego. Meu pai por exemplo tem 50 e tantos (não lembro) anos e não consegue mais emprego de professor, mesmo tendo terminado agora uma Pós Graduação. Minha mãe tem 64 anos, 30 de professora e não consegue mais emprego, e assim vai. Aqui é totalmente o contrário, quanto mais velho mais valorizado, pois eles contam mais que tudo a experiência de vida. Uma vez estava em uma loja aqui chamada Home Depot (é tipo um Tem de Tudo), procurando por brocas e tinha justamente um velhinho (acho que uns 70 anos no mínimo) dando informações nessa sessão. Ele não só me atendeu muito bem, quanto me deu dicas das melhores opções e preços. Aí você pensam: esse cara deve tá lá a um tempão, duvido contratarem velhos...

Aí eu digo: uma vez estava no WalMart (supermercado de alimentos) quando vi uma senhora treinando uma nova caixa e esta nova caixa deveria ter uns 60 anos, era o primeiro dia dela.

No Brasil a verdade é que existe um preconceito ao velho, um preconceito tanto dos empregadores quanto da sociedade.

Saúde
Nossa, isso é algo que eu não esperava. Aqui a saúde é simplesmente um assalto, principalmente pelo fato de que a saúde pública praticamente não existe, se você não tiver plano de saúde tá praticamente “lascado”. Um amigo meu estava sem plano de saúde e a mulher dele estava grávida, o hospital atendeu, beleza, mas no final veio a conta: 10.000 dólares por um parto J é mole. Eu desloquei meu ombro jogando futebol (não o americano claro), quando fui fazer a ressonância magnética o hospital cobrou 400 dólares (e olha que eu tenho plano de saúde). É que os planos de saúde aqui, por melhor que seja você  paga sempre algo a mais, além de pagar a mensalidade. Quer saber a verdade sobre o sistema de saúde americano, assista ao fime “John Q” com Denzel Washington, o título em Português acho que ficou como “Um Ato de Coragem” . Vejam o DVD e principalmente os comentários que tem no DVD.

Serviço Bancário
Mais uma decepção. Isso é outra coisa que os brasileiros podem se orgulhar, principalmente do serviço online / Web Banking. Aqui transação entre bancos via Internet é um parto, tem banco que nem tem isso. Pagamento como agente faz via boleto bancário aqui nem tem. Opções como TED, DOC, etc aqui não tem nem parecido. Cheque aqui, pra compensar pode levar até semanas, realmente é sem comparação o serviço bancário do Brasil.

Preços
Venho acompanhado o dólar cair no Brasil, mas o incrível é que nada cai de preço. Gasolina que é totalmente ligada ao dólar os caras não baixam o preço, só aumento. Luz aumenta 30% e o salário aumenta 1%, como pode? Aqui os produtos além de se manter no mesmo preço as vezes ainda baixam de preço. Como é o caso da gasolina, que baixou de 2 dólares para 1.91 dólares o galão (3 litros). Os empresários brasileiros querem acabar mesmo com o Brasil, dono de posto então, nunca baixa de preço só aumenta.

Profissão
Por fim vou falar de algo que não tem nem como comparar. Trabalhar aqui é sinônimo de ser valorizado, ser respeitado e ser bem pago por isso. No Brasil o empresário tem sempre a visão que por está empregando você é seu dono, já está lhe fazendo um favorzão. Trabalhando aqui eu vejo que temos muito a crescer, aqui as chances de trabalho são inúmeras e o reconhecimento é algo que vem rápido.  O gerente / chefe aqui tem uma preocupação que você  trabalhe satisfeito, que você se sinta bem e que priorize sua família. Além disso aqui se você faz algo a mais que o seu serviço você é muito valorizado. No Brasil geralmente se você  faz algo além da expectativa seu chefe diz no máximo: "Parabéns, temos muito orgulho de você, continue assim!!!". Isso realmente é ótimo para o ego nos primeiros 5 minutos, depois caímos na realidade que isso não é tudo, até mesmo porque tapinha nas costas não pagam suas contas. Aqui existe uma frase que diz: "Cash is King" (Dinheiro é Rei), então tudo que você faz além do seu trabalho é motivo de premiação.

Fazer além do seu trabalho, opa acho que isso não temos no Brasil né? Pois as vezes você assovia e chupa cana ao mesmo tempo, porque se for primeiro um que outro o patrão acha ruim. Aqui temos uma planilha que diz nossas atribuições e expectativas, justamente para que seja possível mensurar quando você superou as expectativas. Além de ter uma coisa chamada de "Plano de Performance", que prevê os treinamentos que você terá durante o ano, o que você pessoalmente pretende fazer de certificações que sejam importante para o seu trabalho e como a empresa pode lhe ajudar a crescer. Além de tudo isso você tem as condições de trabalho, infraestrutura, computadores bons, etc.

Resumindo
As vezes as pessoas perguntam: Yuri, você volta? As vezes digo que sim, as vezes digo que se eu trouxer o resto da minha família pra ca não tem porque voltar. Ainda é difícil dizer algo certo, o fato pra mim é que uma experiência em um outro país é algo inigualável, não tem preço mesmo. A experiência adquirida a mudança de cultura e o que se ganha não só financeiramente mas também pessoalmente é algo que não se consegue continuando no nosso país. Vale a pena realmente toda dor da saudade da família, saudade da terra onde nasceu, dos amigos e amigas que ficaram e tudo mais. Porém, na vida tudo é uma escolha, é praticamente impossível ter tudo que se quer, sempre está faltando algo. Precisa apenas colocar na balança qual é a melhor escolha hoje para que o amanhã seja melhor.

Fica aqui por fim a frase do meu ex-aluno chamado Jefferson Costa:

"No lado de cá, as promessas são grandes, mas se você ficar a esperar, pode  ter certeza que morrerás de inanição. Nada de novo, ao certo. Mas a esperança é a última que morre :)"

 

11/03/2005

O Céu não pôde esperar...
  Ontem por volta de 10 da noite no Brasil estava deixando este mundo nossa querida vozinha, para nossa tristeza e comoção, porém o céu recebeu mais uma nova companheira, uma luz a mais para iluminar nossas vidas está agora em outra dimensão junto com tantos outros que se foram pois há de ser feita a vontade de Deus. É duro demais esse sentimento esquisito de nunca mais poder ver, abraçar, dizer o que não foi dito e ouvir aquela voz dizendo: "Deus te abençoe meu filho...".

Estando tão longe é mais difícil ainda, mas há caminhos na vida que não da para explicar e o motivo pelo qual perdermos nossa vozinha logo agora que saímos do Brasil é algo que não da para entender, realmente o céu não pôde esperar nem para que pudessemos nos despedir.

O que dizer nesta hora, nem sei, talvez a música do Tim Maia (Gostava tanto de você) fale mais do que eu esteja tentando falar...

alllllll
Descanse em Paz Vozinha Isaura...
A senhora merece...
 

Nem sei por que você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus não pude dar
Você marcou na minha vida
Viveu, morreu na minha história
Chego a ter medo do futuro
E da solidão que em minha porta bate
E eu gostava tanto de você
Gostava tanto de você
Eu corro fujo desta sombra
Em sonho vejo este passado
E na parede do meu quarto
Ainda está o seu retrato
Não quero ver pra não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
O pensamento em você
E eu gostava tanto de você

02/03/2005

Blood Brothers
  A vida apronta realmente muitas conosco, o destino, ou a incerteza do que não foi dito, do que não foi esclarecido ou até mesmo de combater os medos que existem em cada um de nós. Nunca é tarde para uma atitude que venha realmente do coração, uma atitude que venha expelir seus medos, ansiedades e incertezas. Até mesmo porque uma das piores coisas que pode existir durante esta nossa passagem chamada vida é o medo de dizer algo para alguém independente do que se ouça de volta.

O tempo vai passando, as pessoas vão envelhecendo e agente vai empurrando o momento certo para depois, quando olha pra trás muitas coisas já passaram e as vezes ficaram as cinzas de algo que não foi vivido. Porém se no meio destas cinzas ainda existir uma chama, tudo poderá voltar e clarear uma escuridão que reinou por tempos e tempos.

Steve Harris, baixista do Iron Maiden escreveu uma música chamada Blood Brothers (Irmãos de Sangue) em homenagem ao pai, porém várias passagens da música se refletem neste momento, neste momento que pra mim vem sendo bastante singular que é a re-criação de laços de sangue com meus irmãos. No começo da canção ele diz:

E se você está dando uma volta pelo jardim da vida 
O que você anseia em ver? 
Como um espelho refletindo os movimentos da sua vida 
E no rio, meus reflexos 
Por um segundo um relance de meu pai eu vejo 
E em um movimento, ele ascena para mim 
E em um momento as memórias são tudo que restam 
E todas as chagas estão reabrindo de novo

Somos irmãos de sangue

E as chagas que se reabrem neste caso são os laços que adormecidos estavam mas que já tornam-se fortes, pois é foram reatados com algo real,  algo que veio do coração. Mas na frente a música com uma melodia fantástica diz:

Tem horas que sinto medo do mundo 
Tem horas que eu me envergonho de todos nós 
Quando você está flutuando por todas as emoções sentidas 
E refletem as boas e as ruins 
Será que nós algum dia saberemos qual a resposta para a vida? 
Você pode me dizer o que a vida significa? 
Talvez todas as coisas que são preciosas para você 
Podem ser levadas pela mão do destino

Somos irmãos de sangue 

E realmente a vida as vezes leva coisas que adoramos sem pedir licença, as vezes pra sempre mas as vezes só por algum tempo. E no final a música conclui:

Quando você pensa que nós tentamos de tudo 
E a possibilidade de fazer tudo certo, 
Continuamos a praticar os mesmos velhos erros 
Fazendo inesperadamente um equilíbrio tão facilmente 
Quando nós vivemos no limite de nossas vidas

Somos irmãos de sangue

A verdade é que as vezes pensamos que já tentamos de tudo para resolver algo mal resolvido, que tentamos ir além do esperado e aí refletimos e chegamos a conclusão que estamos comentendo os mesmos erros que outrora foram cometidos.

Em fim, uma grande história começa a partir de agora entre os cinco Blood Brothers....

a
Brothers - Se no mundo real ainda está difícl reunir todos, no mundo virtual já estão mais que reunidos....

17/12/20044_

Resumo do primeiro ano
  Quando saí de Fortaleza em Dezembro de 2003 nem imaginava o que seria da minha vida aqui nos Estados Unidos, na realidade tinha uma breve noção. Na época o mais importante é que estava vindo para a empresa que sempre sonhei em trabalhar, rumo a "Microsoft".  Foi aí que cheguei em Dallas dia 17 de Dezembro totalmente perdido. Primeira vez saindo do Brasil, falando um inglês "meia boca", desembarquei naquele DFW Airport que é imenso (entre os 3 maiores do mundo e o maior dos Estados Unidos) e me senti realmente perdido.

Mas aí o tempo passou, dia 19 comecei na Microsoft e que começo ótimo, ao chegar já tinham 3 computadores, uma mesa, resource kit do Windows, CD's com o que eu precisava, etc. Era o paraíso total!!! Passando o tempo vieram outras agradáveis surpresas, como treinamento, aprendizado, etc. Comecei a ver as grandes diferenças de trabalhar e morar nos Estados Unidos. Infelizmente não deu para curtir os 6 primeiros meses, pois minhas meninas (esposa e filha) estavam longe e eu não tinha vontade de fazer coisas interessantes sem elas, aí era mergulhar no trabalho e no estudo. Finalmente em junho chegaram minhas meninas e minha felicidade profissional pode aliar-se a felicidade pessoal. Passamos 1 mês em pura curtição, foi quando o cenário profissional mudou e apareceu a chance de virar Full Time em uma outra grande empresa. Avaliei os 5 meses que me restavam na Microsoft e vi que a oportunidade era muita boa, foi então que no final de julho saí da MS e fui para Dell. Não só eu, na realidade 5 amigos que trabalhavam junto na MS foram para lá. A mudança de Irving para Austin foi muito engraçada. Alugamos um caminhão enorme e misturamos tudo. Hoje já fazem 5 meses que estou na Dell, e hoje vejo que foi uma excelente escolha.

09/10/2004_

Friends @ Fortaleza
  Bem, ao passar dos anos as pessoas vão construindo laços e criando um dos maiores sinceros vínculos que o ser humano pode ter: a amizade. Hoje estava lembrando dos amigos que ficaram no Brasil e dos momentos que compartilhamos juntos. Amigos de infância, amigos do trabalho, amigos que vão além do trabalho e amigos que moram distante mas mantém os vínculos mesmo que remoto. A Internet me oferece uma forma de manter os vínculos com estes amigos e poder compartilhar momentos mesmo que distante e virtualmente com todos.

Com o tempo também perdemos contatos com amigos que já não estão mais no ciclo diário de amizade, porém fica sempre marcado a ajuda mutua e a experiência vivida com cada um deles. A amizade é muito importante, como diz o ditado: "Mais vale um amigo que crédito na praça". E é nessa verdade que deixo aqui um abraço a todos meus amigos que estão nesta terrinha boa da peste chamada "Fortaleza", em especial para:


Fortaleza - Ceara - Sunset at Iracema Beach
a Linhares, Alvaro, Marcius, Cícero e Jamile, Windson, Marcus Fábio, David Sá, Eliandro, César, Carneiro Jr., Pai Emir, Acrisio, Ivanilde, Fernando, Dine, Thiago Urso, Clarice, Thiago Black Hill, Jean Martins, Sérgio Gondim, Anne Bandeira, Moisés, Amarante, André e Alessandra Zacarias, Telma, Yuri Quaresma, Aaron, Alexandre Muriçoca e CTAM, Bruno Dead, Tales Ribeiro e DarkSide,  Aluno e Amigos dos cursos Cisco/MS e da Turma de Redes da FGF, Alex Oliver, Dênis Fernandes, Fabiano, Fernando Leão do Pici e Rafael.

Um abraço para os que estão em outro estado:

Everton(RN), Regis (RN), Augusto (PI), Idelfonso(DF), Abner(BA), Airton Leal (SP), Dirk(SP), Emilio(SP), Jailson (PE) e Ricardo Pompeu (AM).

15/09/2004_

Viver o presente
  A frase que vou dizer já é muito conhecida, mas continua sempre muito real: as vezes esquecemos de viver o presente, lembrando no passado e preocupando-se com o futuro. Pois bem, nada melhor que viver a vida com paciência e saber desfrutar das coisas reais que a vida oferece, pois as vezes vivemos de ilusões de sonhos e quando vemos, esquecemos de construir algo concreto. A vida realmente passa rápido, os valores mudam a cada situação que nós passamos nesta terra, o ideal é que possamos sempre ponderar o real do desejável, a família do trabalho, o sucesso da estabilidade e pode viver bem.

As experiências que passamos nesta vida são singulares, cada um tem uma experiência diferente até quandoo cenário é o mesmo. Hoje consigo ver que as palavras escritas no dia 03 de agosto foram um desabafo por uma transição não planejada. Porém, Deus prova que escreve certo por linhas tortas e mostra para nós que as vezes a dor de uma mudança pode ser curada por uma surpresa inesperada, que a mudança na maioria das vezes dói por estarmos a um passo do "desconhecido" e quando damos este passo nos sentimos vulneráveis e com uma sensação de perda.

Nestes últimos 42 dias muitas coisas mudaram, muitos amigos mudaram, vários criaram coragem para fazer o que planejavam há tempos. Algumas pessoas caíram de patamares intocáveis, outros voltaram para a vida a qual fizeram por onde sair buscando melhorias. As transições vão acontecendo e nos resta viver cada momento como se fosse o último, pois nada é para sempre, tudo é transitório. Porém, viver e marcar para sempre os passos é algo que vale a pena tentar fazer. Já dizia uma frase que ficou marcada de um ótimo filme que assisti, a qual retrata a realidade em que devemos tirar como exemplo: "...o que fazemos em vida, ecoa na eternidade!!" [Gladiator].

03/08/2004_

O jogo da vida
  As vezes quando pensamos que temos o controle sobre nossa vida e achamos que o os passos que trilhamos nos levam ao local que sempre sonhamos, tudo muda e não da para controlar as situações e prever o que será o amanhã.  Nessas reviravoltas da vida o ter e o querer as vezes se distanciam de certa forma que fica difícil saber qual dos dois é mais real e qual é o melhor. As vezes se quer muito algo, deseja demasiadamente que algo aconteça para brindar com chave de ouro anos de trabalho e desejo para que tal troféu seja alcançado. As vezes se consegue, as vezes não.

Mas chega um "belo" momento em que a vida lhe traz este troféu como uma recompensa destes anos de trabalho. Quando isso acontece você quer curtir este momento, afinal é o troféu da final de um campeonato que você treinou, lutou e conseguiu com méritos tal conquista. Mas na vida há uma discreta diferença do jogo, e essa diferença é quando você corre o risco de perder o troféu que tanto lutou para ganhar. Ao contrário do jogo, na vida você pode perder seu título e ter que mudar para algo que estava fora dos planos. Porque mais uma vez ao contrário do jogo, na vida seus esforços para manter o que tanto desejou as vezes não é suficiente, pois nem tudo está em suas mãos, nem tudo depende de você e nem tudo acontece como você planeja.

Neste momento é que vem as surpresas e você cai em situação em que você tem que escolher dois caminhos: o caminho que sempre desejou porém não é seguro para o momento e o caminho que lhe da segurança mas nem de longe fazia parte dos seus planos. Neste momento você sente uma mistura de felicidade, agonia e tristeza. Felicidade por Deus ter lhe colocado no caminho uma alternativa que pode lhe salvar de um final frustrante na perca do que sempre sonhou. Agonia por ter que decidir entre o que sempre sonhou e o que é real e palpável para o momento. Tristeza por escolher o caminho da razão, pois neste momento os sentimentos, sonhos e planos todos se escoam pelo ar e uma nova realidade cai sobre sua cabeça.

A conclusão que você chega ao final é que nem sempre o que lhe faz feliz é o melhor para você, porém, acima de tudo é preciso manter a luta, perseverança e trabalho diário. Tudo isso deve estar aliado a viver o presente pensando no futuro e aprendendo com as experiências do passado.

04/06/2004_

Frases Sábias
Sublime é o sofrimento,  quando se suporta a dor, não por insensibilidade, mas por grandeza de alma.

Aristóteles
A grandeza não consiste em receber honras, mas em merecê-las.


Aristóteles
Só uma coisa torna o sonho impossível:
O medo de tentar.


Paulo Coelho

20/05/2004_

Ser Pai
Ontem um grande amigo revelou que vai ser Pai, aquelas paternidades inesperadas que o cabra não sabe se chora de alegria ou de susto. No caso dele acho que a alegria foi mais radiante. O importante neste próximo passo da vida é saber o real sentido da palavra "Pai".  Falar esta palavra pra mim sempre foi um pouco complicado, pois não cresci junto do meu Pai, porém tenho ele até hoje vivo e aprendi que a distância ajuda a separar as pessoas porém também ajuda a entendê-las melhor. Por isso hoje posso dizer que meu Pai é um grande amigo, companheiro para as horas certas e incertas da vida.

Ao meu amigo eu espero que ele entenda que ser Pai é muito mais que gerar esta vida. Na realidade é acompanhar cada passo, cada momento e sempre estar disposto a aprender com o filho. As vezes olhamos para o Pai com a figura de um cara durão que sempre está ali para dizer "não". Mas é isso, as vezes não só o Pai, mas a mãe também precisa dizer não. Nestes momentos nos resta entender e aceitar que a voz da experiência e a voz de quem só lhe quer o bem fala mais alto. Por isso, seja um verdadeiro Pai e ame seu filho, pois este amor nunca é em vão.

Para o Pai também não pode vir aquela sensação de que sempre a mãe é que tem razão. As vezes isso acontece, lembro-me uma vez que meu pai disse: "É, podemos fazer o que for, mas os louros sempre vão para as mães". Não é bem assim na realidade, é que quando falamos em mãe, vem logo aquele famoso ditado que diz: "Mas mãe é mãe né?!". E é mais ou menos isso mesmo...
....mãe é tão sagrada e tão unânime que não se fala.  Todavia, há de se valorizar e muito a figura do Pai, pois o valor dele dentro da vida de um filho também é singular.

Hoje fazem 5 meses e 4 dias que não vejo minha filha, não posso brincar com ela, ver de perto o seu sorriso e a sua alegria. Porém, parece que já está próximo o reencontro e com isso a verdadeira sensação de felicidade voltará e eu poderei ouvir novamente ao meu lado ela me dizer: "Te amo Pai".


Cícero Campelo
(O mais novo papai)


Edivaldo Diógenes
(Meu Pai)


Yanne Diógenes  
(Minha Filha)

18/05/2004_

Pra relaxar...
  A pedida para refletir e relaxar um pouco é "Tears of the Dragon", vale a pena.... (clique no título para assistir ao vídeo)
  Tears of the Dragon (Bruce Dickinson)

For too long now, there were secrets in my mind
For too long now, there were things I should have said
In the darkness, I was stumbling for the door
To find a reason, to find the time, the place, the hour

Waiting for the winter sun and the cold light of day
The misty ghost of childhood fears
The pressure is building and I can’t stay away.

I throw myself into the sea
Release the wave
Let it wash over me
To face the fear I once believed
The tears of the dragon for you and for me

Where I was, I had wings that couldn’t fly
Where I was, I had tears I couldn’t cry
My emotions, frozen in an iced lake
I couldn’t feel them until the ice began to break
I have no power over this, you know I’m afraid
The walls I built are crumbling, the water is moving,
I’m slipping away.

I throw myself into the sea
Release the wave, let it wash over me
To face the fear I once believed
The tears of the dragon for you and for me

Slowly I awake, slowly I rise
The walls I built are crumbling,
The water is moving,
I’m slipping away.

I throw myself into the sea
Release the wave, let it wash over me
To face the fear I once believed
The tears of the dragon for you and for me

I throw myself into the sea
release the wave, let it wash over me
To face the fear I once believed
The tears of the dragon for you and for me

 

 

 

 

 

 

Balls To Picasso
Released 1994
Recorded By Shay Baby

Vocals: Bruce Dickinson
Guitar:
Roy Z
Bass:
Eddie Casillas
Drums:
David Ingraham
 

Web Site: www.screamforme.com


Requer Windows Media para assistir ao vídeo.


15/05/2004_

Ecos da falta de experiência...
  Parece até que eu estava adivinhando quando escrevi dia 12/05 que o Governo consegue fazer "lambanças" com tudo. Agora está pipocando reportagem a torta e a direita sobre este assunto da expulsão do repórter do NYT.  O Governo agora se retrata e diz que o cara pode ficar pois o NYT pediu desculpas. O NYT diz que não pediu desculpas e pelo contrário disse que a matéria está certíssima. Em fim, parece que o Lula não consegue manusear com cuidado as questões pequenas, mas uma vez devido a expor tanto a sua imagem de brasileiro comum criou uma repercussão negativa no Brasil e no mundo.
 
Link para a reportagem da Veja: http://veja.abril.uol.com.br/190504/p_036.html

Pode até parecer que não sou esquerda, sou sim, porém preciso ser consciente que os tropeços do governo estão durando muito tempo. Pior que isso, o resultado está andando a passos lentos. Porém continuo com esperança que a coisa decole, pois votei, torci, fui pra passeata da vitória, comprei camisa, bandeira e fui PT até a última gota. Mas, precisamos de resultados....

 


14/05/2004_

Trabalho em Equipe
  Então...

Nós brasileiros precisamos parar de trabalhar em equipe só na época da Copa do Mundo. É nesta época que mais funciona o trabalho em equipe. É uma equipe se organizando para fazer um churrasco durante o jogo, outra para comprar a "gelada" e assim vai. Porém precisamos lembrar de trabalhar em equipe no dia a dia, com as pessoas que fazem parte do nosso cotidiano. A empresa que você trabalha é mais que uma segunda casa, pois nela você passa no mínimo 40 horas por semana, é muito tempo da sua vida dentro da empresa então é preciso se sentir bem dentro dela.

A forma que se conduzem hoje alguns aspectos do trabalho em equipe nas empresas é: vamos trabalhar em conjunto para a empresa crescer, mas cada um se vira para dar conta do seu. Assim é complicado resgatar palavras e jargões que ouvimos por aqui nas empresas americanas, como:

Coming together is a beginning.

Keeping together is progress.

Working together is success.

Isso é a pura verdade do negócio e é o sucesso de tudo: pessoal e coletivo. O que acontece é que enquanto se elegem um profissional para gerenciar um projeto e gerir uma equipe de outros profissionais, estes que foram escolhidos para colaborar para o sucesso do projeto se sentem enciumado. Aí começa os rompimentos, as críticas entre si e principalmente a idéia de que tudo é culpa do gerente. 

Depois vem a fase de se esquivar e dizer: "Não, isso não é minha responsabilidade, isso é de fulano". Quando chega neste nível, aí a colaboração já foi por água abaixo, agora é cada um por si e cada um tentando "tirar o seu da reta" e ridiculamente achando que a sua porção no projeto se estiver 100% está OK. Errado! O projeto é o todo, não adianta dizer que a sua parte ficou jóia se o projeto não decolou. Quando isso acontece acabamos de criar um Frankstein: tem cabeça, mas o braço é pela metade, tem perna mas falta os dentes. Em fim,  o projeto ficou capenga e o cliente insatisfeito.

No trabalho em equipe o mérito não é individual, o mérito é do grupo. Não adianta ter no grupo um cara "bala" em um assunto se ele não colabora com a equipe, é aquele poço de orgulho que sabe demais. Isso não funciona, antes 4 medianos que trabalhem junto para o sucesso do projeto que 4 onde tem 1 que se acha o "tal", de 10 palavras 9 são:

- Eu sei disso demais...

- Rapaz eu sou o bom, olha: eu sim sei fazer isso muito bem. Sou o "Bala"...

Esse tipo de pessoa não encaixa nos perfis, é muita competência para um projeto só, é tanta competência que incomoda até o cliente. Por sorte este tipo de gente tende a ir morrendo no mercado, pois as empresas já sabem que este tipo não agrega no geral.

A verdade é que a mentalidade tem que mudar, não adianta mil livros de Gerência de Projetos, certificação profissional para gerenciar projetos segundo a metodologia disso e daquilo. Tem que resgatar a humildade de saber delegar e ser delegado a executar tarefas. Resgatar o espírito de colaboração e não de passar a bola para o outro para se livrar dela. Mas graças ao mercado, as empresas brasileiras já começam a acordar pra isso e redesenhar seus processos para dar suportabilidade a este método de trabalho. Agora falta só entrar o recursos humanos e trazer boas compensações aos colaboradores que fazem a coisa de fato funcionar, até mesmo porque "saco vazio não se sustenta em pé"...


14/05/2004_

Amizade Incondicional
  Hoje está cada vez mais difícil fazer amigo de verdade, criar uma amizade incondicional e poder confiar de verdade. Durante toda minha vida preservei amigos, porém nem todos preservaram minha amizade. Alguns foram ficando com o tempo, mas a vida vem e mostra outros. A grande verdade é que amigos no real sentido da palavra sempre ficam, independente de distância física estes sempre serão os reais amigos.

Por mais que não procuremos não julgar alguém, caímos de novo na tentação de julgar e achar que uma pessoa não é legal. As vezes as pessoas se escondem em máscaras de seriedade como uma forma de proteção, um escudo para afastar os fracos que não estão dispostos a arriscar um possível mal trato. Quem arrisca tentar ser amigo de alguém tão calado, precisa estar disposto a ser destratado, pois pode acontecer disso não ser mesmo uma máscara e sim a cara da pessoa mesma. Em contra partida também corre o risco de descobrir uma grande amizade por traz de tal seriedade. Estas pessoas ao tirarem a máscara mostram um lado humano que não tem igual, se preocupam com o próximo sem mesmo o próximo perceber, elas agem quietas e caladas. Ajudam na surdina e não pedem nada em troca, apenas sua amizade.

Porém, existem aqueles que se aproximam de ti para te sugar, romper suas forças e te derrubar sem que você note. Pois estes dizem "amigos", porém são fracos que não sabem preservar a essência da amizade e se distanciam de ti quando há uma oportunidade de melhoria em um outro lado. Saem do foco da real amizade, se dispersão e quando acordam estão longe da realidade da palavra "amigo". A estas pessoas resta lamentar e dar outra chance, pois todos precisam de outra chance, resta a esta pessoa provar que está recuperado e que pode ganhar seu voto de confiança novamente.

De um jeito ou de outro, amigo(a) é algo que todos devem ter, porém filtrem bem o uso desta palavra, pois ela representa muito mais que simples conhecidos. Ela representa: Confiança, Colaboração, Admiração, Companheirismo e Dedicação. Não se encontra isso fácil hoje em dia.


12/05/2004_

Medo de falar em Deus....
  É incrível como muita gente tem medo de falar em Deus ou de apenas dizer que crer nele. A verdade para mim é mostrada a cada pequena ação na minha vida. Cada um acredita no seu Deus isso não importa, a verdade é que ele é quem nos acolhe em todo e qualquer momento da nossa vida.

O assunto é polêmico, pois envolve religião e é por isso que não tenho uma religião formada com todas as regras. Não interessa se sou Católico, Espírita, Evangélico, Testemunha de Jeová, Macumbeiro, Budista, etc. Tenho Deus no coração e procuro seguir suas palavras, mas sem hipocrisia. Sem querer acertar sempre, pois sou humano e erro demais, como qualquer humano. O importante é procurar ver a essência da palavra do Pai, ver o que o seu filho Jesus disse e procurar entender e aplicar na prática.

Sem a força dele não conseguiríamos suportar viver neste mundo cão, neste mundo de disputa, de inimizade e de tanta violência. Precisamos dele para viver, e mesmo para aqueles que se dizem "Ateu", há de chegar o momento de dizer: "Ah meu Deus, me ajude".... e ele vai ajudar, pois tu é filho dele e ele sempre vai te escutar.


12/05/2004_

Brasil, tão bom se fosse real...
  Quando se está longe do Brasil agente começa a achar aquela terrinha boa demais. Porém, é ver os fatos e entender que a decisão de sair é a mais certa (para alguns é claro). O Brasil é fantástico nas belezas naturais e no calor humano, porém, agente não vive disso né? Precisamos ganhar dinheiro já que vivemos em um mundo onde o ser humano é medido pelo que tem na conta bancária. Terrível, mas é verdade...

Agente fica viajando que a esquerda agora no poder vai ser uma maravilha, tudo que se queria. Também pensei assim, mas a prática é diferente e o povo brasileiro é tão bom, que esquece rápido as promessas. Lembro do último debate do Lula com o Serra quando estavam falando sobre o salário mínimo. O Serra naquela ocasião dizia que um salário de R$ 300,00 era uma proposta sem cabimento para os padrões da economia. Mas o Lulinha "Paz e Amor" teimava em dizer que não, teimava em dizer que faltava gente com coragem para fazer o que ele tinha como proposta. Muito bem, agora ele vai em público e diz que um salário mínimo acima deste que ele propôs é uma "irresponsabilidade". É complicado né!! Na teoria agente promete tanta coisa mas quando vai para prática vê que tudo era só uma questão de boa vontade. Acho que ele sempre teve boa vontade, mas sempre agiu com o coração e aí esqueceu a razão, a matemática o planejamento e tudo mais.

É difícil reclamar do Lula pois ele é a cara do brasileiro, que promete sempre começar um regime na segunda-feira, que promete não tomar mais "uma" com os amigos na sexta, que promete coisas que sabe que não vai cumprir. Porém, na posição que ele está, não pode agir desta forma.

Mas é preciso ver os fatos e ver que o Brasil não vem melhorado nadinha, os projetos do "Homem" não decolam: "O Fome Zero" que era a bandeira do Governo é um fiasco, o projeto "Primeiro Emprego" gerou 700 e poucos empregos quando prometia milhares, o dólar sobe que é uma beleza além de  vários serviços públicos de greve (afinal o presidente é de esquerda e a esquerda está acostumada com greve, será?).

Neste último ponto é que é engraçado demais. O PT quando oposição adorava ir de encontro a tudo, agora não consegue negociar uma greve, a PF ficou quase 70 dias de greve e os caras não conseguiam fazer uma proposta decente. Ironicamente, o "galeguinho dos zói azul" (como é chamado o Tasso lá na terrinha do Ceará) é quem está como um dos intermediadores para conseguir um canal de comunicação com o Governo. E não é que os "cabras da peste" conseguiram uma trégua na greve. Hoje a PF volta ao trabalho depois de alguns dias de transtorno para o Brasil.

Mas que coisa, a que ponto chegamos, é muito engraçado se não fosse ridículo o rumo que muitas coisas tem tomado. É muita coisa sem sentido, é o dólar disparando, a economia caindo e o governo brigando para fechar Bingo.  Aí o Governo vai lá e diz que está orgulhoso porque diminuiu o "calote" no Brasil. Mas também, o prazo caiu de 5 para 3 anos, o camarada que tava pendurado estava pendurado no SERASA e SPC está rindo a toa, limpinho de novo e pronto pra outro calote, afinal ele só precisa esperar mais 3 anos para estar novamente limpo.

Mas aí como se não bastasse, lá vai de novo o Lulinha peitar os Estados Unidos. Primeiro foi com a reprocidade para pegar digitais na hora de entrar no Brasil. Beleza, correto. Mas vamos fazer o negócio direito, mandar o turista segurar um pedaço de papel, riscar com uma letra o número do cara (péssima letra por sinal), melar o dedo para pegar a digital e bater uma foto é um sistema que não mostra nossa capacidade. O Brasil tem tecnologia para informatizar este processo todo e rápido. Até a bodega do Zé lá em Fortaleza tinha uma leitora de digital para arquivar dados em um banco de dados, pena que o Zé morreu e a bodega acabou.  Mas voltando, isso expõe o Brasil ao ridículo, se não tem infra-estrutura, não faça mal feito meu filho, só para dizer que é forte e quer fazer reprocidade, pra que?

Pois bem, agora o homem manda expulsar o Jornalista porque afirmou que ele tomavas umas e outras. O homem se expõe, fala que gosta do "merol" e quando alguém diz que ele gosta aí é expulso. Isso está pegando mal demais, a forma que o Governo conduz a diplomática está fissurando a imagem dele fora do país. Espero que ele não esteja cavando a cova dele, ainda torço que este governo decole e possa cumprir pelo menos 20% do prometido.

Em fim, desde que me entendo por gente que ouço: "O Brasil é o país do futuro". Espero que meus bisnetos possam ter a felicidade de curtir este país que na época há de ser o país do presente. Pois está cada vez mais complicado acreditar nisso.